terça-feira, 18 de setembro de 2018

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Está chegando a Primavera. 
Receba a nova estação com muito colorido. 
Harmonize, decore e energize seu lar.  
Use Cristais, sinos, fontes, mandalas de vidro, elementais da natureza, 
colchas, panôs, peças coloridas 
e cheias de boas energias.

Capas de almofadas 
Puxadors
Budas 
Filtros dos sonhos 
Tsurus 
Lagarto em madeira 
Budas 
Quartzo rosa

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

No quarto dia depois da lua nova,
 no mês hindu de Bhadrapada, 
é comemorado o Festival de GANESH em Mumbai.
Este festival espetacular honra o nascimento do Deus de cabeça de elefante Hindu, 
popularmente adorado por sua habilidade em remover obstáculos e trazer boa sorte.
Em 2018, o festival inicia dia 13 e vai até 23 de setembro!
GANESH ou GANESHA é o primeiro Deus 
a ser reverenciado em todos os rituais Hindus.
 Está nas portas de templos e casas protegendo suas entradas.
Ganesh é também é o Deus do Conhecimento e da Fortuna.
Ganesh representa o sábio, o homem em Plenitude, os meios de realização.


quinta-feira, 23 de agosto de 2018

EKEKO


         Na Mitologia e folclore do Altiplano andino, O EKEKO é o deus da abundância e prosperidade, da civilização pré-colombiana Tiwanakan. Na cultura popular é a figura principal da feira anual Alasitas, um evento cultural que acontece dia 24 de janeiro em La Paz, Bolívia.
         O EKEKO se tornou popular na Bolívia, Cochabamba e regiões vizinhas, como sudeste do Peru, norte da Argentina e norte do Chile.
         O Ekeko é retratado como um homem de bigode vestindo roupas andinas tradicionais (especialmente o poncho) e completamente carregado de sacos e cestos com grãos e alimentos, objetos domésticos, notas, moeda, e basicamente qualquer coisa que se pense que uma pessoa queira ou precise para uma vida confortável e próspera; as estátuas modernas do deus incluem uma abertura circular em sua boca para colocar um cigarro para o prazer de Ekeko. A tradição mais recente para garantir o ano completo de prosperidade faz o Ekeko "fumar" um cigarro aceso uma vez por ano.
           A lenda do EKEKO, narrada por Antonio Díaz Villamil, data de 1781 em La Paz, Bolívia. Neste momento, a cidade de La Paz estava sob cerco dos povos indígenas que ainda estavam em guerra com as forças espanholas.
           A história da origem do Ekeko começa com Paulita Tintaya, uma menina indiana que trabalhou para Dona Josefa Ursula de Rojas Foronda, em La Paz.
A garota estava apaixonada por Isidoro Choquewanca. Anos antes, ela havia deixado a fazenda onde ambos haviam crescido. Antes de sua partida, Isidoro deu-lhe uma pequena estátua para protegê-la. Esta pequena estátua era o Ekeko, que era conhecido pelos Andes como um deus da sorte.
Na época do cerco, as pessoas estavam morrendo de fome. Isidoro foi inscrito no exército indígena e consegue chegar à casa de Paulina. Toda semana, ele deixava a comida perto da estátua, que ficava do lado de fora da casa, mas ninguém sabia que ele estava fazendo isso. Tanto Paulina quanto sua chefe, Dona Josefa, conseguiram sobreviver ao cerco por causa da comida deixada perto da estátua por Isidoro. 

           Essa é a origem das crenças dos poderes de Ekeko em fornecer abundância.
#ekeko#abundancia, # Folclore Peruano

quarta-feira, 25 de abril de 2018

ATENDIMENTOS FEMININOS!


PREZADAS AMIGAS E CLIENTES, CONHEÇAM A SHAKTI! 


A Shakti é um espaço de desenvolvimento feminino,
onde mulheres ajudam mulheres a encontrar o bem estar, o equilíbrio, a saúde física, emocional e energética, melhorar a qualidade de vida 
e encontrar o melhor de si. 

Um espaço onde através de terapias holísticas, Yoga, meditação e cursos,
 mulheres despertam suas capacidades; 
despertam a força da Shakti que habita em toda mulher.

Endereço: Travessa do Carmo, 152 sala 101. Cidade Baixa.
@shaktipoa 991418955 /991862242

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018