sexta-feira, 3 de abril de 2020

buda

       Dia 03 de abril é comemorado o nascimento de Buda, o príncipe Sidarta Gautama que, depois de iluminado, fundou o budismo baseado em quatro famosas verdades:
1) a existência da dor;
2) a causa da existência da dor;
3) a destruição da causa da existência da dor e
4) o caminho que leva à destruição da causa do sofrimento.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

flor de lotus


A flor de lótus é venerada em várias tradições religiosas e filosóficas, sendo considerada como símbolo da pureza e do despertar espiritual.
O lótus nasce no lodo, onde se desenvolve, e floresce quando atinge a superfície da água, mantendo-se intocado pela sujeira. Assim também, o ser humano tem a capacidade de crescer, desenvolver-se e manifestar toda sua força interior apesar do ambiente onde nasce e vive, que muitas vezes lhe é desfavorável.
Na tradição egípcia o lótus é representado como a planta sagrada pertencente ao mundo dos deuses. Um dos mais interessantes relatos da mitologia egípcia sobre a origem do mundo diz que na aurora do tempo, uma flor de lótus, com as pétalas fechadas, flutuava nas trevas. Entediada com o vazio, a flor pediu ao deus Sol Ra que criasse o universo.
Agradecida pelo desejo realizado, a flor passou a abrigar o deus Sol em suas pétalas durante a noite, de onde ele saía ao amanhecer para iluminar a sua criação.
Na Índia o lótus está relacionado à criação do mundo. De acordo com as escrituras hindus, foi do umbigo do deus Vishnu que teria nascido uma brilhante flor de lótus, e dela surgido outra divindade, Brahma, o criador do mundo. Nas gravuras hindus, deuses costumam aparecer em pé ou sentados sobre a flor.
A tradição budista nos relata que quando Buda tocou o solo e deu seus primeiros sete passos, sete flores de lótus cresceram. Representando assim, que cada passo do buscador da Verdade é um ato de expansão espiritual. Tanto que o conhecimento espiritual supremo é comparado ao florescimento do lótus de mil pétalas existente no chakra coronário, no alto da cabeça. O lótus é o símbolo da expansão espiritual, do sagrado, do puro.
Na tradição mística os centros de consciência existentes no corpo humano (chakras) estão representados por flores de lótus. Tanto que o conhecimento espiritual supremo é comparado ao florescimento do lótus de mil pétalas existente no chakra coronário, no alto da cabeça.
A semente de lótus pode ficar mais 5.000 anos sem água, à espera da condição ideal de umidade para poder germinar.
Assim também, a semente do Divino está a espera de ser cultivada por nós para que se desenvolva e manifeste toda a espiritualidade existente em nosso interior.
“Que o nosso lótus interior possa florescer e ser iluminado pelo Sol Espiritual para que possamos perfumar o mundo com os mais nobres sentimentos.”

quarta-feira, 1 de abril de 2020

venus


Dia 01 d abril acontece o Festival romano Venerália, dedicado à deusa Vênus, padroeira da beleza e do amor. As mulheres lavavam suas estátuas e adornavam-as com jóias e flores, queimando incenso e orando para ter alegrias e boa sorte no amor.

sábado, 28 de março de 2020

kuan Yin

     Dia 28 de março é dia de homenagear de Kwan Yin, na China e no Japão, a protetora dos lares e deusa da compaixão, da cura, da bondade e da felicidade. Kwan Yin é uma "bodhisattwa" feminina, o equivalente chinês da Virgem Maria. Seu nome significa "aquela que ouve o choro do mundo", atendendo a cada oração que lhe é enviada. Ao pronunciar seu nome, alcança-se alívio para as dores físicas e morais. Seus seguidores não comem carne e não praticam nenhum ato de violência, vivendo de forma harmônica, fazendo caridade. As estátuas de Kwan Yin representam segurando galhos de salgueiro ou coberta de jóias; seus gestos são de generosidade e banimento dos medos e dificuldades.        As pessoas usam suas estatuetas para meditação, repetindo constantemente seu nome para atrair seus dons de paz e compaixão.

segunda-feira, 23 de março de 2020

maat

23 de março, no Egito, comemoração de Maat, a deusa da justiça e da verdade, guardiã da balança que analisava a pureza dos corações dos mortos, comparando-os à pem de avestruz de sua tiara. Homenageava-se, também, Shait, a deusa egípcia do destino que acompanhava todas as pessoas, desde seu nascimento, observando suas virtudes e seus vícios, seus erros e suas realizações. Era Shait quem dava a sentença no julgamento final, após a avaliação da alma por Maat. Essa sentença era definitiva, sendo baseada na observação contínua e escrupulosa da vida do falecido.

quarta-feira, 18 de março de 2020

sao jose


19/03 é o dia dedicado a SÃO JOSÉ
Esta data celebra a figura do "pai terreno" de Jesus Cristo e esposo de Maria, mãe de Cristo: José de Nazaré ou José, o Carpinteiro é um dos santos mais venerados pela Igreja Católica em todo o mundo.
São José é considerado o padroeiro das Igrejas Ortodoxa, Anglicana e Católica, além de ser também o "padroeiro dos trabalhadores" e "padroeiro das famílias".
Em Portugal, o Dia de São José é também celebrado como o Dia do Pai.
Simpatia de São José
Na tradição popular brasileira, no Dia de São José é comum fazer a “simpatia das frutas”, com o intuito de conquistar um objetivo muito almejado. Normalmente, esta simpatia é feita pelas pessoas que desejam arranjar um bom casamento.
O ritual consiste em escrever o nome de várias frutas que você conhece (e costuma consumir) em pedaços de papel, colocar tudo numa caixa e sortear um.
A fruta que for sorteada não deverá ser consumida pela pessoa durante um ano, como forma de penitência e promessa para São José interceder no desejo feito pelo fiel.
Não é permitido consumir nenhum alimento que contenha a fruta sorteada.
Logo a seguir, de acordo com a tradição, aconselha-se que o fiel faça uma oração à São José, como forma de agradecimento.
Oração de São José
"A vós, São José, recorremos na nossa tribulação, cheios de confiança solicitamos a vossa proteção no dia de hoje para todos os pais de família.
Vós fostes o pai adotivo de Jesus, soubestes amá-Lo, respeitá-Lo e educá-Lo com amor e dedicação, como vosso próprio filho.
Olhai todos os pais do mundo e especialmente os da nossa comunidade, para que, com amor e dedicação, eduquem os seus filhos na fé cristã e para a vida.
Protegei todos os pais doentes que sofrem por não poderem dar saúde, educação e casa decente para seus filhos.
Protegei todos os pais que trabalham arduamente no dia-a-dia para não faltar nada aos seus filhos.
Protegei todos os pais que se dedicam de corpo e alma à sua família.
Iluminai todos os pais que não querem assumir sua paternidade.
Iluminai todos os pais que desprezam seus filhos e esposas.
Enfim, olhai por todos os pais, para que assumam e vivam com alegria sua vocação paterna. Ámen".

quarta-feira, 11 de março de 2020

sapo

O sapo simboliza a fertilidade, a abundância, a riqueza, a prosperidade, a boa sorte, o êxito, a força, a coragem e a magia. É considerado em todas as mitologias como um elemento masculino.

quinta-feira, 5 de março de 2020

No dia 05 de março faz-se a Celebração de Ísis, a deusa egípcia dos mil nomes, senhora da Lua e mãe do Sol, rainha da Terra e das estrelas, doadora da vida e protetora dos mortos. Filha primogênita da deusa do céu Nut, irmã e esposa de Osíris, seu dia era comemorado com muita alegria, música e danças. Visualize Ísis como uma linda mulher com longos cabelos negros, pele morena, os olhos brilhando como duas contas de ônix, usando um vestido ricamente bordado com esmeraldas e rubis, adornado com uma tiara e várias pulseiras de ouro, estendendo suas asas iridescentes sobre você.
        Sinta-se aceita e amada, abrindo-lhe seu coração em uma prece profunda e sincera, pedindo-lhe que a abençoe e proteja sempre.
Fonte Anuário da Grande Mãe

quarta-feira, 4 de março de 2020

        A flor de lótus é venerada em várias tradições religiosas e filosóficas, sendo considerada como símbolo da pureza e do despertar espiritual.
O lótus nasce no lodo, onde se desenvolve, e floresce quando atinge a superfície da água, mantendo-se intocado pela sujeira. Assim também, o ser humano tem a capacidade de crescer, desenvolver-se e manifestar toda sua força interior apesar do ambiente onde nasce e vive, que muitas vezes lhe é desfavorável.
Na tradição egípcia o lótus é representado como a planta sagrada pertencente ao mundo dos deuses. Um dos mais interessantes relatos da mitologia egípcia sobre a origem do mundo diz que na aurora do tempo, uma flor de lótus, com as pétalas fechadas, flutuava nas trevas. Entediada com o vazio, a flor pediu ao deus Sol Ra que criasse o universo.
Agradecida pelo desejo realizado, a flor passou a abrigar o deus Sol em suas pétalas durante a noite, de onde ele saía ao amanhecer para iluminar a sua criação.
Na Índia o lótus está relacionado à criação do mundo. De acordo com as escrituras hindus, foi do umbigo do deus Vishnu que teria nascido uma brilhante flor de lótus, e dela surgido outra divindade, Brahma, o criador do mundo. Nas gravuras hindus, deuses costumam aparecer em pé ou sentados sobre a flor.
A tradição budista nos relata que quando Buda tocou o solo e deu seus primeiros sete passos, sete flores de lótus cresceram. Representando assim, que cada passo do buscador da Verdade é um ato de expansão espiritual. Tanto que o conhecimento espiritual supremo é comparado ao florescimento do lótus de mil pétalas existente no chakra coronário, no alto da cabeça. O lótus é o símbolo da expansão espiritual, do sagrado, do puro.
Na tradição mística os centros de consciência existentes no corpo humano (chakras) estão representados por flores de lótus. Tanto que o conhecimento espiritual supremo é comparado ao florescimento do lótus de mil pétalas existente no chakra coronário, no alto da cabeça.
A semente de lótus pode ficar mais 5.000 anos sem água, à espera da condição ideal de umidade para poder germinar.
Assim também, a semente do Divino está a espera de ser cultivada por nós para que se desenvolva e manifeste toda a espiritualidade existente em nosso interior.
“Que o nosso lótus interior possa florescer e ser iluminado pelo Sol Espiritual para que possamos perfumar o mundo com os mais nobres sentimentos.”

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

ferias


QUERIDOS AMIGOS!
LEMBRAMOS A TODOS QUE ESTAREMOS EM FÉRIAS COLETIVAS À PARTIR DESSA QUINTA-FEIRA!

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

cecilia

CECÍLIA é uma bruxinha alegre e extrovertida. 
Vive no campo e dedica-se principalmente à agricultura. 
Tudo que ela planta cresce rapidamente, chegando a um tamanho bem maior do que o normal. 
É só você mantê-la sempre perto e terá abundância e prosperidade em sua vida!

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

buda



                   As representações do Maitreya na pintura e na escultura tendem a retratá-lo como uma figura gorda e sorridente, numa alusão à era de abundância e alegria. Também tendem a representá-lo de maneira sentada, com as pernas e tornozelos ligeiramente cruzados.
Outro traço distintivo das suas representações é a presença de uma pequena estupa na cabeça, que se relaciona com uma lenda segundo a qual Mahakasyapa, um discípulo do Buda histórico, aguarda em meditação perto de uma estupa a chegada do Maitreya, a quem ele entregará a veste e a tigela de Sidarta Gautama, representando, assim, a passagem da autoridade de um Buda para outro. Na China, é muito comum a representação do Maitreya como "buda sorridente", aparentemente influenciada pela figura do monge Putai, conhecido pela sua bonomia e afeição pelas crianças.

sábado, 15 de fevereiro de 2020


Na mitologia chinesa, Kuan Yin é conhecida como a Deusa da Compaixão e da Misericórdia. Ela existiu como pessoa, igual a todos nós e somente depois de sua morte foi transformada em Deusa. Também conhecida como Quan'Am (no Vietnã), Kannon (no Japão), e Kanin (em Bali). Ela cobre as planícies alagadas do Oriente, do Egito à China. E é venerada em todo o mundo por milhões de pessoas, que a consideram o símbolo máximo da pureza espiritual.
Esta Deusa enquanto viveu, percorreu o mundo, viu muita dor e então, jurou proteger e amparar todos os humanos até que o último sofrimento acabe. A MESTRA KUAN YIN TORNOU-SE A INCORPORAÇÃO DA COMPAIXÃO. Ela nos diz que se você cantar seu mantra diariamente, cultivará a compaixão que curará o mundo das mais dolorosas feridas.
“Te suplico minha Mãe, tenha compaixão, cure-me de todas as mágoas que me faz sofrer. Cubra-me com suas vestes brancas, purifique meu coração, para que nele permaneça apenas o verdadeiro Amor".


quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

xamanismo

O xamanismo é uma linda filosofia de vida, onde honramos e agradecemos ao Todo a possibilidade de estarmos aqui, no Planeta Terra. Todos em busca da Evolução e crescimento, respeitando toda a existência, resgatando a integração com o Mãe Natureza e o equilíbrio entre corpo, mente e espírito.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

bastet


           No Egito, o gato era venerado por sua astúcia e habilidade para limpeza astral de ambientes. 
E Bastet, a Deusa com cabeça de gato era considerada uma protetora das mulheres.
Na Roma antiga era símbolo da liberdade.


quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

fortuna

                                                                                                                       
Dia 05 é dia de Santa Ágata, a Matrona Maltesa, padroeira dos Lutadores do Fogo. Ela é um aspecto moderno da antiga deusa grega Tyche, também conhecida como a deusa Fortuna pelos romanos como Wyrd, pelos anglo-saxões. Fortuna era a deusa tríplice da sorte, invocada pelos imperadores na coroação para terem sua proteção durante seus reinados. Na Grécia, a deusa Tyche era a Senhora do Destino, tanto o individual quanto o coletivo, conferindo a cada pessoa seu Anjo da Guarda e sua psique. Como Fortuna, ela podia ter inúmeros outros nomes, um deles sendo Ágathe, ''A Boa Sorte", invocada para assegurar uma vida afortunada e uma morte tranquila. Com a deterioração dos costumes, a deusa Fortuna foi transformada na padroeira dos jogadores, batizada de ' "Senhora Sorte" e chamada antes das corridas ou dos jogos.
Fonte: Anuário da Grande Deusa
                                                                                                                                                                                                           

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

ekeko

Na Mitologia e folclore do Altiplano andino, O Ekeko é o deus da abundância e prosperidade, da civilização pré-colombiana Tiwanakan. Na cultura popular é a figura principal da feira anual Alasitas, um evento cultural que acontece dia 24 de janeiro em La Paz, Bolívia. Nas ruas estreitas das cidades bolivianas é possível encontrar barracas que vendem os conhecidos quecos – bonequinhos de gesso que representam o “deus da abundância” dos incas.
Popularizado durante a colonização espanhola, a lenda conta que quem tiver um deles obtém fartura.
O Ekeko é retratado como um homem de bigode vestindo roupas andinas tradicionais (especialmente o poncho) e completamente carregado de sacos e cestos com grãos e alimentos, objetos domésticos, notas, moeda, e basicamente qualquer coisa que se pense que uma pessoa queira ou precise para uma vida confortável e próspera; as estátuas modernas do deus incluem uma abertura circular em sua boca para colocar um cigarro para o prazer de Ekeko. A tradição mais recente para garantir o ano completo de prosperidade faz o Ekeko "fumar" um cigarro aceso uma vez por ano.
O Ekeko se tornou popular na Bolívia, Cochabamba e regiões vizinhas, como sudeste do Peru, norte da Argentina e norte do Chile.
A lenda do Ekeko, narrada por Antonio Díaz Villamil, data de 1781 em La Paz, Bolívia.  Neste momento, a cidade de La Paz estava sob cerco dos povos indígenas que ainda estavam em guerra com as forças espanholas.
A história da origem do Ekeko começa com Paulita Tintaya, uma menina indiana que trabalhou para Dona Josefa Ursula de Rojas Foronda, em La Paz.
A garota estava apaixonada por Isidoro Choquewanca. Anos antes, ela havia deixado a fazenda onde ambos haviam crescido. Antes de sua partida, Isidoro deu-lhe uma pequena estátua para protegê-la. Esta pequena estátua era o Ekeko, que era conhecido pelos Andes como um deus da sorte.
Na época do cerco, as pessoas estavam morrendo de fome. Isidoro foi inscrito no exército indígena e consegue chegar à casa de Paulina. Toda semana, ele deixava a comida perto da estátua, que ficava do lado de fora da casa, mas ninguém sabia que ele estava fazendo isso. Tanto Paulina quanto sua chefe, Dona Josefa, conseguiram sobreviver ao cerco por causa da comida deixada perto da estátua por Isidoro. Essa é a origem das crenças dos poderes de Ekeko em fornecer abundância.
Fonte: Wikipédia

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

chakras

Chakras:
Existem no nosso corpo centros energéticos, conhecidos como chakras. Os sete principais estão localizados ao longo da coluna vertebral até o topo da cabeça. Cada chakra é responsável por um tipo de energia tanto a nível físico, emocional, mental e espiritual.
O processo terapêutico de cura com base na força das pedras e dos cristais baseia-se na manutenção do equilíbrio dos “chakras", que são sete: o “chakra” do topo da cabeça (coronário), do centro da testa (3ª visão), da base da garganta (laríngeo), do centro do peito (cardíaco), do plexo solar (estômago), do centro do abdômen (umbigo), e do osso púbico (base).
Para o equilíbrio e harmonização dos chakras, coloque as pedras correspondentes sobre o chakra que quer harmonizar, por vinte minutos e mantenha-se calmo e relaxado.
As pedras para esse trabalho devem obrigatoriamente estar limpas e energizadas e deverão passar novamente por esse processo após o tratamento.

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Dia Mundial de combate a intolerancia religiosa



21/01 é o DIA MUNDIAL da RELIGIÃO e DIA NACIONAL de COMBATE à INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
Esta data tem o objetivo de promover o respeito, a tolerância e o diálogo entre todas as diversas religiões existentes no mundo, que pregam como princípio a bondade.
A ideia da criação desta data teria ocorrido em dezembro de 1949, através de uma Assembleia Religiosa Nacional dos Baha’is, uma religião monoteísta fundada pelo líder Bahá’u’lláh, em meados do século XIX, na Pérsia.
A ideia é incentivar a convivência pacífica entre todas as diferentes ideologias religiosas e doutrinais, evitando a intolerância religiosa. Isso porque as questões religiosas sempre foram motivo para as piores guerras e conflitos que a humanidade já presenciou.
Assim, nesta mesma data, o Brasil comemora o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, como um reforço ao objetivo proposto pelo Dia Mundial da Religião.
De acordo com o preceito do Dia Mundial da Religião, não importa se a religião é monoteísta (acredita em um Deus) ou politeísta (acredita em vários Deuses e entidades), quase todas buscam em essência o mesmo objetivo: a paz e o respeito entre os seres humanos e a natureza.
DIA Nacional de Combate à Intolerância Religiosa
 A data foi oficializada em 2007 através da Lei n.º 11.635, de 27 de dezembro, e a sua escolha feita em homenagem à Mãe Gilda, do terreiro Axé Abassá de Ogum, localizado em Salvador.
Esse foi o dia em que ela, vítima do crime de intolerância religiosa, faleceu com um infarto no ano 2000.
Isso aconteceu na sequência de agressões físicas e verbais, bem como de ataques à sua casa e ao seu terreiro quando Mãe Gilda foi acusada de charlatanismo por adeptos de outra religião.
Mãe Gilda tornou-se um símbolo do combate a esse tipo de intolerância especialmente pelo fato de representar religiões de matriz africana. São os praticantes das religiões africanas que representam o maior número de vítimas de intolerância religiosa na atualidade.
Por esse motivo, como forma de combater a intolerância religiosa, surge um dia dedicado ao tema. Com isso, a comemoração é considerada um marco pela luta ao respeito da diversidade religiosa, pois além de alertar para a discriminação no âmbito religioso, propõe a igualdade para professar as diferentes religiões.

segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

oxóssi

No dia 20 de janeiro, comemora-se o dia de Oxóssi.
Oxóssi é o orixá da caça e da fartura, das florestas e das relações entre o reino animal e vegetal. É representado nas florestas caçando com seu arco e flecha.
Oxóssi é a expansão dos limites, enquanto a caça é uma metáfora para o conhecimento, a expansão maior da vida.
Ao atingir o conhecimento, Oxóssi acerta o seu alvo. Por este motivo, é um dos orixás ligados ao campo do ensino, da cultura, da arte.
Dizem que esse Orixá foi o Rei de Kêto. Oxóssi é bastante popular no Brasil. Quando se manifesta, dança, imitando a caça, a perseguição do animal e o atirar da flecha. Conta uma de suas lendas, que as Feiticeiras enviaram um terrível pássaro gigante para atacar o reino de Ifé. Foram convocados os melhores caçadores para matá-lo. Entre eles estava Oxotonkanxoxô, o caçador de uma só flecha que mais tarde ficou conhecido como Oxóssi.
Oxóssi orixá da fartura e da prosperidade na Umbanda
Nas antigas tribos africanas, cabia ao caçador, que era quem penetrava o mundo “de fora”, a mata, trazer tanto a caça quanto as folhas medicinais.
Além disso, eram os caçadores que localizavam os locais para onde a tribo poderia futuramente mudar-se, ou fazer uma roça.
Assim, o orixá da caça extensivamente é responsável pela transmissão de conhecimento, pelas descobertas.
O caçador descobre o novo local, mas são os outros membros da tribo que instalam a tribo neste mesmo novo local.
Assim; Oxóssi representa a busca pelo conhecimento puro: a ciência, a filosofia. Enquanto cabe a Ogum a transformação deste conhecimento em técnica.
Apesar de ser possível fazer preces e oferendas a Oxóssi para os mais diversas facetas da vida, pelas características de expansão e fartura desse orixá, os fiéis costumam solicitar o seu auxílio para solucionar problemas com a alimentação da tribo, o que costumeiramente cabe aos caçadores.
Por suas ligações com a floresta, pede-se a cura para determinadas doenças e, por seu perfil guerreiro, proteção espiritual e material.
O habitat de Oxóssi orixá
O habitat de Oxóssi é a floresta, sendo simbolizado pela cores verde na umbanda, e recebendo a cor azul clara no candomblé, mas podendo usar, também, a cor prateada nesse último.
Sendo assim; roupas, guias e contas costumam ser confeccionadas nessas cores, incluindo, entre as guias e contas, no caso de Oxóssi e, também, seus caboclos, elementos que recordem a floresta, tais como penas e sementes.
Seus instrumentos de culto são o ofá (arco e flecha), lanças, facas e demais objetos de caça. É um caçador tão habilidoso que costuma ser homenageado com o epíteto “o caçador de uma flecha só”, pois atinge o seu alvo no primeiro e único disparo tamanha a precisão.
Conta a lenda que um pássaro maligno ameaçava a aldeia e Oxóssi era caçador, como outros.
Ele só tinha uma flecha para matar o pássaro e não podia errar. Todos os outros já haviam errado o alvo.
Ele não errou, e salvou a aldeia. Daí o epíteto “o caçador de uma flecha só”.
Come tudo quanto é caça e o dia a ele consagrado é quinta-feira.
Sincretismo religioso
Os filhos do orixá Oxóssi as vezes associam a São Jorge ou São Sebastião no sincretismo religioso
Nas tradições da igreja católica, o orixá Oxóssi é sincretizado como “São Sebastião” homenageado em 20 de janeiro.
Depois do insucesso de outros caçadores, a mãe de Oxóssi foi consultar um Babalaô, que lhe disse – “seu filho está a um passo da morte ou da riqueza”. Faça uma oferenda às feiticeiras e a morte se transformará em riqueza. A mãe de Oxóssi fez o que o Babalaô mandou e entregou a oferenda em uma estrada dizendo três vezes: - que o peito do pássaro receba essa oferenda. Nesse momento o pássaro relaxou o encanto que o protegia para que a oferta chegasse ao seu peito, mas foi a flecha de Oxóssi que o atingiu profundamente, caiu se debatendo e morreu. E a aldeia entrou em festa e Oxóssi se tornou popular.
Fonte: raizesepirituais.com.br

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

filtro dos sonhos

O filtro dos Sonhos é um amuleto indicado para 2020.
Sua função é nos proteger das influências negativas durante o sono.Inspira-nos a obter independência e coragem para rompermos as armadilhas que criamos, sejam emocionais ou espirituais. Ajuda-nos a tecermos a nossa própria vida.
Pendure-o em uma janela para que assim “filtre” os pesadelos que possam atrapalhar sua noite de sono.
Esse talismã tem sua origem na tribo Ojibwa ou Chippewa, no norte dos Estados Unidos. Durante o movimento pan-indígena, nas décadas de 60 e 70, sua popularidade se estendeu a outros povos nativos da região, que começaram a fazer suas próprias versões.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

FELIZ ANO NOVO


esmeralda

Esmeralda 
Possui o dom de trazer a felicidade e a lealdade. Propicia o amor e mantém o relacionamento em equilíbrio. Excelente para cura física.
É citada como um dos cristais regentes de 2020:
Sua vibração tem a capacidade de abrir o Chakra Cardíaco, eliminando a negatividade, atraindo amor, e impulsionando ações e resultados positivos.
Toda essa energia baseada no Chakra Cardíaco a torna conhecida como uma pedra de amor abundante, indispensável para lhe ajudar a superar quaisquer problemas em sua vida. Com o poder de acalmar emoções em desequilíbrio, a Esmeralda cria vibrações positivas para lhe ajudar a romper bloqueios que o impedem de explorar seu verdadeiro potencial.

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

quartzo rosa

Quartzo Rosa (4ºChakra) 

Cristal do amor incondicional. Dá paz interior. Aumenta a expressão do amor. Dissolve cargas acumuladas que reprimem a capacidade de dar e receber amor. É bom para o coração, aumenta a fertilidade.

sábado, 30 de novembro de 2019

turmalina negra


Turmalina Negra (1º Chakra)
Melhor pedra para proteção. Repele todos os tipos de energia negativa. Ótima para períodos de extremo estresse. Ajuda na defesa contra doenças debilitadoras. Neutraliza a raiva, o ressentimento, a inveja e a insegurança.


quinta-feira, 28 de novembro de 2019

CORUJA

CORUJA
Algumas culturas a consideram como símbolo de proteção contra maus espíritos e doenças. As corujas estão relacionadas à sabedoria, transformações, revelação de mensagens do inconsciente e buscadoras da verdade. Na prática da meditação, peça a Coruja que ajude na descoberta da verdade e para ajudar a ver as coisas claramente.

terça-feira, 26 de novembro de 2019

soprinho

SOPRINHO, a Bruxa dos pedidos!
Soprinho é uma bruxinha que se encanta com um ventinho em seus cabelos. Uma ótima maneira de Soprinho realizar nossos pedidos é soprar seus cabelos até que voem ao vento. Mas para isso, coloque toda intensidade energética no sopro. Soprinho ficará mais contente e você terá mais chances de realizar seu pedido.


sexta-feira, 22 de novembro de 2019

bastet

BASTET
É uma divindade solar e deusa da fertilidade.
Protetora das mulheres grávidas.
Também tinha o poder sobre os eclipses solares.
Irmã de Rá, era uma mulher com a cabeça de um gato!

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

buda yogue


BUDA YOGUESímbolo de força e humildade.Sinônimo de relaxamento, paz e meditação. Contemple a imagem para receber a forca e o relaxamento necessários para ter uma vida mais equilibrada.Buda Yogue em madeira