quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

DIANA
Filha de Júpiter e Latona, Diana na mitologia romana, era a deusa virgem.
Uma Divindade da lua e da caça, muito poderosa e forte. Mais conhecida como deusa pura, filha de Júpiter e de Latona, e irmã gêmea de Febo (deus da música, da luz e da poesia). Ela é o equivalente romano da deusa grega Ártemis.
Fez voto de castidade, nunca se casou e se manteve virgem durante toda vida. Era seguida por várias ninfas e oceânides. Tornou-se uma espécie de símbolo da castidade na Roma Antiga. Os romanos acreditavam que ela ajudava as mulheres grávidas no momento do parto.
O principal templo de culto à deusa Diana ficava no Monte Aventino, uma das sete colinas de Roma. Foi nesse local que Hércules matou Caco (filho de Vulcano, deus do fogo).
Na Europa, durante a Idade Média, a deusa Diana foi tratada como sendo a representante das bruxas. Foi, muitas vezes, representada nas pinturas e esculturas como uma jovem caçadora, portadora de um arco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário